Oi Futuro e Secretaria de Estado de Cultura apresentam o Festival Segunda Black 

O evento acontecerá a partir de 30 de novembro, em edição on-line e gratuita, seguindo a proposta de reafirmar e prestigiar os encontros e projetos de artistas negros em cena  

Rio de Janeiro, XX de novembro de 2020 – Diferente das edições anteriores, em que o aquilombamento se fez latente nas apresentações, o Festival Segunda Black, para não deixar de promover os pensamentos e narrativas pretas em um ano atípico como 2020, atendeu às configurações das medidas de segurança em virtude do novo coronavírus e levou a ocupação para o formato virtual. Com apoio do Oi Futuro e patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e da Oi, através da Lei de Incentivo à Cultura, o evento contará com performances, masterclasses e rodas de conversa. A programação ocorrerá de 30 de novembro a 8 de dezembro, sempre às 19h30, e poderá ser assistida, gratuitamente, na página do Facebook @asegundablack.  

A 4ª edição do evento, em homenagem aos 150 anos do nascimento de Benjamim de Oliveira e o 30° aniversário do Bando de Teatro Olodum, selecionou produções artísticas negras de todo país. Consiste na realização de mostra não competitiva de performances ou experimentos teatraisnas modalidades de artes cênicas adulto, tendo como objetivos fomentar as artes cênicas, promover o intercâmbio, as atividades de formação e debates entre artistas e profissionais da área, destacar e divulgar novos talentos e dar continuidade ao movimento criado pelo TEN – Teatro Experimental do Negro – Inspirar e fortalecer a criação de novas narrativas a nível nacional e internacional.   

Além das performances, o Festival terá, em sua abertura, uma masterclass com a professora Leda Maria Martins, às 15h, abordando o tema da Memória, um dos eixos curatoriais desta edição.  E, no dia 7 de dezembro, no mesmo horário, haverá uma roda de conversa com perspectivas para o fomento e para a difusão das artes negras da cena com Hilton Cobra (ex-presidente da Fundação Palmares), Aline Vila Real (diretora de Artes da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte), Galiana Brasil (gerente do Núcleo de Artes Cênicas do Itaú Cultural) e Marcos Rego (gerente de Cultura do Sesc Departamento Nacional).  

Desde sua concepção, o projeto preza pela formação dos artistas e de plateia. Nesta edição, tendo a internet como plataforma, há a oportunidade de expandir os horizontes pelas fronteiras fluidas do mundo virtual, permitindo que o público de diferentes partes do Brasil – e também da lusofonia -, possa ter acesso a essas criações artísticas que, nas edições anteriores, ficaram limitadas à presença física no mesmo espaço-tempo. A História está nos convocando a ressignificar, repensar e produzir novas maneiras de refletir o mundo.   

Além de gerar empregos temporários, o evento vai proporcionar aos artistas experimentações alinhadas à linguagem do audiovisual e da transmissão online, construindo assim narrativas cênicas e performáticas de corpos negros em diálogo com aparatos tecnológicos.   

Serviço 

4ª Edição do Festival Segunda Black   

De 30 de novembro a 8 de dezembro – às 19h30   

Plataforma: Facebook @asegundablack   

Ingresso: Gratuito   

Classificação Indicativa: 16 anos  

Confira a programação completa: https://www.segundablack.com.br/   

FICHA TÉCNICA FESTIVAL SEGUNDA BLACK / 4 EDIÇÃO

Patrocínio GOVERNO DO ESTADO DO RIO, SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA E ECONOMIA CRIATIVA, LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA E OI

Realização Oi Futuro e Segunda Black

Apoio institucional Goethe-Institut Rio de Janeiro

Coletivo Segunda Black

Alessandra Costa

Aza Njeri

Cláudia Barbot

Diogo Nunes

Giulia Santos

Leandro Cunha

Licínio Januário

Paulo Mattos

Pedro Carneiro

Reinaldo Junior

Renata Araújo

Rodrigo França

Simone Braz

Sol Menezzes

Sol Miranda

Idealização projeto Segunda Black Licínio Januário, Paulo Mattos, Reinaldo Junior, Rodrigo França, Sol Miranda

Curadoria Festival Segunda Black Licínio Januário, Paulo Mattos, Reinaldo Junior, Rodrigo França, Sol Miranda

Direção de Produção Simone Braz

Produção Executiva Renata Araújo e Paulo Mattos

Proponente e Gestão de Projeto Grupo Emú

Direção Executiva Sol Miranda

Coordenação de Produção Renata Araújo

Advogada Renata Ivo

Contabilidade Maria Andrade

Gestão Financeira Estufa de Ideias

Equipe Gravação Performances

Direção  Audiovisual Leandro Cunha

Assistente de Direção e Fotógrafo Diogo Nunes

Cinegrafia e logística audiovisual Helena Bielinski

Técnico de Gravação de som Elton Bozza

Técnico de som Hebert Said

Iluminação Pedro Carneiro

Equipe Edição

João Victor Pessanha e Tuany Zanini

Equipe Transmissão Festival

Técnicos de Streaming Antonio Consciencia e Dudu Maneh

Apresentadores

Krystal Fokatruá e Jonathan Raymundo

Interface Crítica

Aza Nijeri e Guilherme Diniz

Comunicação

Direção de Comunicação Alessandra Costa (Duetto Comunicação)

Assessoria de Imprensa Alessandra Costa e Michelli Toledo (Duetto Comunicação)

Gestão de Mídias Sociais Fernanda Portella (Duetto Comunicação) e Cláudia Barbot

Designer Giulia Santos

Site / Desenvolvimento Web Robson Wellka (Wellka Designs)

Catering Culinária Miranda

Transporte LOCAR FACIL SERVICE

PARTICIPANTES ATIVIDADE FORMATIVA

Lucimélia Aparecida Romão

Nayara Fernandes da Silva Leite

Jorruan Silva de Almeida

Mauricio da Silva de Lima

Verônica Vieira de Mattos

Marjory Leonardo Lopes da Silva

Elaine Cristina Marques de Oliveira Nascimento

Ariane Maria Lopes dos Santos

Keila Tamires Silva de Assis

Julio Angelo Gomes

Matheus Neves da Silva

Agradecimentos

Ana Luisa Lima, Gustavo Melo Cerqueirau, Daniele Ávila, Diogo Moura, Felipe Ribeiro, Ignez Calfa, Marcos Alexandre, Pedro Uchoa, Ricardo Dannemann, Zélia Rodrigues Peixoto, Gatto Larsen, Rubens Barbot, Luiz Monteiro, Sil Bahia.