A 4ª edição do Festival Segunda Black está chegando. De 30 de novembro a 08 de dezembro, com atividades diurnas e noturnas e em formato virtual, vocês poderão acompanhar 26 performances, Masterclass, Roda de Conversa e Atividade Formativa na página do Facebook do Segunda Black e no Canal do YouTube do Oi Futuro.

Confira a Programação

::30 de novembro de 2020
Às 15h – Masterclass com Professora Leda Maria Martins
Tema: Memórias
Apresentação: Sol Miranda

A partir das 19h30:
Tema: Abrindo Caminhos
Apresentadora: Krystal Fokatruá
Performances: Não era meia noite era quase meio dia, Mimo Bambu em o Caçador de Risos e Alicerce
Interface Crítica: Aza Njeri

::01 de dezembro de 2020
A partir das 19h30:
Tema: Poesia Híbrida em Cena
Apresentador: Jonathan Raymundo
Performances: Pretofagia – O Plot, O Preto bonito está cagando para você, Madame! e Sobre Pesos e Balanças
Interface Crítica: Guilherme Diniz

::02 de dezembro de 2020
A partir das 19h30:
Tema: Mulher Negra
Apresentadora: Krystal Fokatruá
Performances: Amor Preta, Super Maria e Rosas Negras
Interface Crítica: Aza Njeri

::03 de dezembro de 2020
A partir das 19h30:
Tema: Meu Território, o lugar de onde falo
Apresentador: Jonathan Raymundo
Performances: Memórias de uma maré cheia e Becos de Veias
Interface Crítica: Aza Njeri

::04 de dezembro de 2020
A partir das 19h30:
Tema: Corpo Ancestral
Apresentadora: Krystal Fokatruá
Performances: Corpa de Mula, Ê coreira e Cor Pó
Interface Crítica: Aza Njeri

::05 de dezembro de 2020
A partir das 19h30:
Tema: Memórias
Apresentador: Jonathan Raymundo
Performances: Tempestuosa Depressagem, Dulce – Iyá Mi e Raiva, Cães e Vagalume
Interface Crítica: Aza Njeri

::06 de dezembro de 2020
A partir das 19h30:
Tema: Corpo Ancestral
Apresentadora: Krystal Fokatruá
Performances: Água mole, ferradura, tanto afeto, cuida cura, Meu Corpo Cabeça e Manifesto Aleko
Interface Crítica: Aza Njeri

::07 de dezembro de 2020
Às 15h – Roda de Conversa com:
Aline Vila Real (Diretora de Artes da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte);
Galiana Brasil (Gerente do Núcleo de Artes Cênicas do Itaú Cultural);
Hilton Cobra (Ex presidente da Fundação Palmares) e
Marcos Rego (Gerente de Cultura do Sesc Departamento Nacional).
Tema: Perspectivas para o fomento e difusão para as artes negras da cena
Mediação: Curadoria 2ª Black

A partir das 19h30:
Tema: Minas
Apresentador: Jonathan Raymundo
Performances: Encruza, Aquilombamento Digital e Mil Litros de Preto: A Maré está cheia
Interface Crítica: Guilherme Diniz

::08 de dezembro de 2020
A partir das 19h30:
Tema: Aqueles que ficam
Apresentadora: Krystal Fokatruá
Performances: Eu ainda continuo aqui, Mães e Joãozinho da Gomeia – De filho do tempo a Rei do Candomblé
Interface Crítica: Aza Njeri